O fim do Campeonato Brasileiro - 2009

Flamengo e São Paulo empatam na entrega do Prêmio Craque Brasileirão

Clubes recebem três troféus, cada, em evento no Rio de Janeiro, mas ficam sem o de destaque do campeonato e Craque da Galera

O hexacampeão Flamengo teve de dividir com o São Paulo, terceiro colocado, a supremacia no Prêmio Craque Brasileirão 2009, em evento realizado na noite desta segunda-feira, no Rio de Janeiro. Ambos levaram três troféus, mas ficaram sem o de craque da competição, que ficou com o palmeirense Diego Souza, e o Craque da Galera, que foi para Conca, do Fluminense.

André Durão /GLOBOESPORTE.COM

O são-paulino Hernanes ganha o troféu de volante pela direita, e o rubro-negro Petkovic, o de meia-esquerda




O São Paulo levou a melhor com Miranda e Hernanes, que receberam o troféu de ouro pelo terceiro ano consecutivo, e André Dias. E o Flamengo ganhou com Petkovic, o mais ovacionado pelo público presente, Andrade e Adriano. O atacante não compareceu à cerimônia.

- Deve estar comemorando em algum lugar - disse o ator Marcello Anthony, um dos apresentadores, arrancando risos da plateia.

O Flamengo ainda teve um troféu especial: o Torcida de Ouro, recebido pelo presidente Márcio Braga. Porém, nem todos os hexacampeões saíram satisfeitos. O goleiro Bruno, ao ouvir que seria premiado com o troféu de bronze, fez cara de constrangido e desceu do palco antes mesmo que o gremista Victor fosse anunciado como o vencedor.

São Paulo, Palmeiras e Flamengo foram os únicos a receber mais de um troféu. Também foram premiados Grêmio (Victor), Cruzeiro (Jonathan), Goiás (Júlio César), Internacional (Guiñazu), Atlético-MG (Diego Tardelli) e Fluminense, que pelo segundo ano seguido teve o Craque da Galera. O argentino Conca foi escolhido por 51% dos internautas, superando Petkovic e Hernanes.

A cerimônia, que durou duas horas e meia, teve ainda a entrega das taças para os artilheiros Adriano e Diego Tardelli e os campeões Flamengo (Série A), Vasco (Série B), América-MG (Série C) e São Raimundo (Série D). Entre um e outro prêmio, houve apresentação dos cantores Lenine e Zeca Pagodinho, do ator Paulo Gustavo e do Cirque Du Soleil. O grupo fez um esquete de humor e levou para o palco os meias Souza e Giuliano, a esposa de Maldonado e o presidente do Fluminense, Roberto Horcades.


Confira todos os prêmios:

Goleiro:
1º Victor (Grêmio)
2º Marcos (Palmeiras)
3º Bruno (Flamengo)

Lateral-direito:
1º Jonathan (Cruzeiro)
2º Léo Moura (Flamengo)
3º Vítor (Goiás)

Zagueiro pela direita:
1º André Dias (São Paulo)
2º Danilo (Palmeiras)
3º Chicão (Corinthians)

Zagueiro pela esquerda:
1º Miranda (São Paulo)
2º Réver (Grêmio)
3º Ronaldo Angelim (Flamengo)

Lateral-esquerdo:
1º Júlio César (Goiás)
2º Armero (Palmeiras)
3º Kleber (Internacional)

Volante pela direita:
1º Hernanes (São Paulo)
2º Pierre (Palmeiras)
3º Willians (Flamengo)

Volante pela esquerda:
1º Guiñazu (Internacional)
2º Maldonado (Flamengo)
3º Sandro (Internacional)

Meia-direita:
1º Diego Souza (Palmeiras)
2º Cleiton Xavier (Palmeiras)
3º Souza (Grêmio)

Meia-esquerda:
1º Petkovic (Flamengo)
2º Marcelinho Paraíba (Coritiba)
3º Conca (Fluminense)

Primeiro atacante:
1º Diego Tardelli (Atlético-MG)
2º Fred (Fluminense)
3º Fernandinho (Barueri)

Segundo atacante:
1º Adriano (Flamengo)
2º Ronaldo (Corinthians)
3º Iarley (Goiás)

Técnico:
1º Andrade (Flamengo)
2º Silas (Avaí)
3º Celso Roth (Atlético-MG)

Craque do Brasileirão:
Diego Souza (Palmeiras)

Revelação:
Fernandinho (Barueri)

Craque da Galera:
1º Conca (Fluminense)
2º Petkovic (Flamengo)
3º Hernanes (São Paulo)

Árbitro:
1º Héber Roberto Lopes
2º Leonardo Gaciba
3º Paulo César Oliveira

Torcida de Ouro:
Flamengo

Chegamos ao final de mais um Campeonato Brasileiro e podemos dizer que esse foi um dos mais inconstantes e indefinidos que já houveram. Comecemos a analisar o grande Palmeiras. O time dirigido por Muricy Ramalho, ex-técnico do São Paulo, passou nada mais, nada menos que 19 rodadas liderando com extensa diferença de pontos aos demais. No meio do torneio, meteu os pés pelas mãos e conseguiu a proeza de ganhar 3 de 24 pontos em um determinado momento do Campeonato. O time do Ronaldo veio com toda a raça depois de mais um título ganho no Campeonato Paulista, sem falar o fato de ter no elenco um dos maiores atacantes da história do futebol brasileiro. Nem mesmo o "Fenômeno" fez com que o grandiosíssimo "Timão" chegasse perto do G4. Bem, o São Paulo começou mal, conseguiu uma boa sequência de vitórias, ficou um bom tempo entre os quatro mas, a liderança esteve poucas vezes em nosso poder e quando esteve não foi aproveitada da forma mais adequada. Agora falemos do Flamengo, é doloroso admitir sendo uma apaixonada pelo TRICOLOR, que o time que mais repugno se sobressaiu. Foram, sem dúvida, os mais regulares, chegando, assim ao sucesso e ao título. Regulares "entre aspas". Tinham Adriano - O Imperador e Petkovic, que diga-se de passagem fez cada golaço. Uma frustração só. Mas é isso, reconhecimento pelo bom desempenho alheio é uma virtude.
Parabéns ao time que melhor atuou no Campeonato Brasileiro de 2009.

Ao meu São Paulo, resta a esperança de que no próximo ano, voltemos a jogar aquele futebol-arte-raça-paixão que são nosso ponto mais forte. Que venham as boas contratações e até mesmo os bons descartes de jogadores. A torcida agradece.
Queria muito poder encerrar meu blog-disciplinar com outras palavras e que essas fossem pro São Paulo, mas deixarei pra fazer isso no próximo ano porque as esperanças nunca acabam.
 
O sentimento não pára!

1 comentários:

Guerreiro Antonio disse...
9 de dezembro de 2009 13:26

Tá vendo porque não gosto de futebol? Sofrimento demais!

Leave a Comment

Back to Home Back to Top Futebol de Salto Alto. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.