COPA DO MUNDO 2010


Sem zebras, Brasil só pega Argentina, Alemanha, Itália ou Espanha na final

Caso as forças se mantenham no topo, o primeiro rival campeão mundial só cruzaria o caminho brasileiro na semifinal

No grupo G, o Brasil pode ter caído numa chave considerada difícil – ao lado de Portugal, Costa do Marfim e Coreia do Norte. Porém, pelo emparelhamento da tabela, adversários de peso, como Argentina, Alemanha, Itália e Espanha, só cruzariam o caminho da seleção brasileira, caso todos os favoritos mantenham a escrita, numa eventual final de Copa do Mundo.

Imaginando que os times mais fortes de cada grupo se classifiquem em primeiro lugar – todos os cabeças de chave, com exceção da anfitriã África do Sul, que seria superada pela França – o Brasil só teria um outro campeão mundial pela frente na semifinal.
 
Ficando em primeiro no grupo G, a equipe de Dunga esperaria, para as oitavas de final, o segundo colocado do H – na teoria, a briga ficaria entre Chile e Suíça, já que Honduras é a quarta força.

Nas quartas, o provável rival seria a Holanda. Para a semifinal, se as forças se mantiverem vivas, França ou Inglaterra pegariam o Brasil.

Dessa forma, Argentina, Alemanha, Itália ou Espanha ficariam como último degrau antes de subir ao pódio para receber a taça de hexacampeão.




Depois da bela perfomance nas Eliminatórias pra ingressar na Copa do Mundo de 2010, nada mais emocionante do que um "Grupo G" desses, não é? Então, amantes do futebol, esse ano vai começar daquele jeito, com aquelas cores, o mais puro verde/amarelo/azul/branco tomará contas das ruas, casas e televisores do país. As cores do patriotismo, as cores do otimismo, as cores que inibem os problemas políticos e econômicos de toda uma nação.
Até o dia 11 de junho do próximo ano, muita expectativa será criada, muito suor será derramado nos treinos, muita apreensão a cada suposta formação de escalação. Para os jogadores, essa será uma ansiedade válida: para os que não "mostraram serviço" até agora, ou que, simplesmente estavam nas geladeiras da vida passarão a recuperar o tempo perdido na esperança de entrarem num dos elencos mais esperados de todo o Mundo. Já para os outros que, de fato, fizeram sua parte dentro de campo, a vontade de estar nesse time dos sonhos é maior, é mérito, é reconhecimento e como as vagas são super restritas, resta a eles a torcida.
E por falar em torcida, antes mesmo do Campeonato começar, temos um monte de coisas pra torcer, não é? Vejamos: primeiro torcemos na época das Eliminatórias para estarmos em mais uma Copa do Mundo da Fifa, o evento futebolístico mais importante do planeta, depois torcemos pra estarmos bem classificados pra levantar o ânimo dos jogadores, mais adiante torcemos pra não cairmos em uma chave dificíl na fase classificatória e não pára por aí. Torcemos para que os jogadores dos nossos times representem a nação nesse tal time quase perfeito e que o mesmo brilhe muito representando a seleção. Pra finalizar, torcemos bravamente, enlouquecidamente e estericamente pra trazer pra casa mais uma daquelas taças tão sonhadas, tão suadas e tão vangloriadas.
Nos resta, agora, como telespectadores e amantes do futebol esperar esses longos 6 meses até que o primeiro centro seja batido e que subamos no ponto mais alto do pódio.

Rumo ao HEPTA, Brasil!

1 comentários:

Guerreiro Antonio disse...
9 de dezembro de 2009 13:27

Então tá: vamos lá rumo ao hepta!
Clarissa

Leave a Comment

Back to Home Back to Top Futebol de Salto Alto. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.